Rua José Nunes, 65, São Carlos - SP/BR
  (16) 3376-3857
Metodologia

A coordenação pedagógica, em conjunto com a equipe de professores, preocupa-se com uma atualização constante dos estudos e pesquisas, visando o que há de melhor e mais atual na formação dos alunos, organizando projetos que possam desenvolver o universo cultural das crianças.

A escola Garden Kids tem como meta  ampliar as relações sociais entre alunos, para que possam expressar seus interesses e ponto de vistas, assim desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração. Nossa proposta é baseada na construção do conhecimento através da interação entre aluno e professor. Toda a metodologia de trabalho é desenvolvida de forma específica e significativa. 

Para garantir a qualidade do ensino, a Garden Kids promove reuniões frequentes com o corpo docente, discutindo métodos, procedimentos e recursos que possam melhorar o processo de ensino e aprendizagem, para que sejam capazes de estimular e desenvolver o potencial de cada criança.

Avaliação

Por muito tempo, a avaliação das crianças era realizada de uma única maneira: por meio de notas que classificavam os alunos em ótimos, bons e regulares. Geralmente, a avaliação era realizada no final do semestre e os critérios apresentavam-se confusos para os pais.

O conceito de avaliação hoje em dia é outro. A avaliação passou a ser considerada um conjunto de ações que auxiliam o professor a refletir sobre as condições da aprendizagem oferecida e a adequação de sua prática às necessidades de cada criança, que se destina a obter informações e subsídios capazes de favorecer o desenvolvimento das crianças, ampliarem seus conhecimentos, acompanhando, regulando e redirecionando o processo como um todo.

Analisando esse conceito, a avaliação em nossa escola é realizada diariamente e o professor deve observar e registrar o processo de aprendizagem. Para isso, ele deve realizar anotações diárias dos avanços de cada criança, o que possibilita uma visão integral do aluno, respeitando suas peculiaridades. A avaliação tem também como finalidade verificar a adequação da metodologia de ensino utilizada pelo professor e de verificar o desenvolvimento do aluno face aos objetivos propostos, levando em consideração as características de cada faixa etária.

Através da observação diária dos alunos, avaliamos etapas de seu desenvolvimento por meio de incentivos à auto-estima e buscamos sempre valorizar e respeitar o individual de cada um, evitando comparações. A nossa avaliação busca em todo o momento promover o ensino, e não classificar as crianças.

Para verificar se os objetivos estão sendo alcançados, utilizamos três avaliações integradas: diagnóstica (realizada no início do ano, com a intenção de constatar se os alunos apresentam ou não domínio dos pré-requisitos necessários); formativa (realizada durante todo o decorrer do período letivo, com o intuito de verificar se os alunos estão atingindo os objetivos previstos) e somativa (realizada ao final de um período letivo e consiste em avaliar os alunos de acordo com os níveis de aproveitamento, gerando promoção, sem menções, de uma turma para outra).

Como registro final das avaliações realizadas durante um semestre, apresentamos às famílias o Portfólio do Aluno, que consiste em uma pasta individual com trabalhos selecionados que foram elaborados pelas crianças, anotações do professor sobre o processo ensino-aprendizagem, fotos e textos explicativos. Esse instrumento possibilita analisar situações vividas pelas crianças, através de expressões e manifestações de dúvidas, possibilitando verificar a trajetória da aquisição de novos saberes. Outras pastas de trabalhos elaborados pelas crianças são separadas por eixos, que damos o nome de processofólio. Nestas, também é possível visualizar e acompanhar o desenvolvimento do aluno.

Podemos relatar que são muitas as alternativas possíveis para acompanhar a progressão da criança, relacionando-a em diferentes aspectos de sua realidade física e social, e fica o desafio e o comprometimento da escola em construirmos conhecimentos significativos, que efetivamente ajudem as crianças a avançarem um pouco mais em relação ao ponto em que se encontram, ou seja, utilizar a avaliação para promovê-los e não para classificá-los.

É muito importante compartilhar com a criança os seus sucessos e avanços, fortalecendo a função formativa da avaliação.

Os pais devem acompanhar este processo, sendo informados dos avanços dos filhos e convidados a colaborar com a superação bem como com as dificuldades.